Freud e seus leitores

ANDRE MEDINA CARONE

Resumo


O presente trabalho procura descrever a relação que Freud estabelece com a figura do leitor em suas Conferências introdutórias à psicanálise e os desafios que esta relação apresenta para a tradução deste texto. As tensões e conflitos presentes neste contato são um prolongamento do conflito psíquico e da dinâmica inconscientes que Freud deseja apresentar a estes leitores. Em seu esforço didático para explicar o núcleo da teoria psicanalítica a partir da investigação de lapsos, sonhos e neuroses, ele elabora sucessivas analogias que também ilustram, por vias indiretas, a natureza do inconsciente psíquico.


Referências


ADORNO T. W. (2007) Introdução à Sociologia. São Paulo, EDUNESP. (Tradução de Wolfgang Leo Maar).

BAUDELAIRE, C (1976). “Edgar Poe, sa vie et ses oeuvres” in Oeuvres Complètes, vol. 2. Paris: Gallimard

CARONE, M. (1989) "Freud em português: Tradução e tradição", in SOUZA, P. C. (org) Sigmund Freud e o Gabinete do Dr. Lacan. São Paulo: Brasiliense, pp. 176-188

FREUD, S. (1999) Gesammelte Werke, Franfkuft am Main, S. Fischer Verlag.

(1899) "Über Deckerinnerungen", vol. 1 pp.

(1900) "Die Traumdeutung", vol. 2/3 pp. 1-626

(1917a) "Vorlesungen zur Einführung in der Psychanalyse", vol. 10, pp. 1-482

(1917b) "Die Verdrängung", vol. 10, pp. 248-261

FREUD, S. (2012) Luto e melancolia. São Paulo: Cosacnaify. (Tradução de Marilene Carone)

JONES, E. (1953) The life and work of Sigmund Freud, vol. 2 New York: Basic Books

SCHNUR, M. Freud: (1972) Living and Dying, New York: International Universities Press.

SIMITIS, I. G. em Zurück zu Freuds Texten. Frankfurt am Main: S. Fischer Verlag, 1993.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Ágora - estudos em teoria psicanalítica
Instituto de Psicologia UFRJ
Campus Praia Vermelha
Av. Pasteur, 250 - Pavilhão Nilton Campos - Urca
22290-240 Rio de Janeiro RJ

e-mail: revistaagoraufrj@gmail.com