Incidência de Traumas Agudos da Mão e do Punho: estudo retrospectivo

Giovanna Damm Raphael Junqueira, André Luiz Machado Lima, Robison Boni, Joelmar César de Almeida, Rafael Souza Ribeiro, Leandro Azevedo de Figueiredo

Resumo


Objetivos: Fazer um levantamento de dados estatístico retrospectivo das queixas de punho e mão atendidas ao longo de dois anos no pronto-socorro ortopédico de um hospital de referência regional, visando conhecer o perfil destes pacientes.
Métodos: Informações obtidas por análise de 31.356 atendimentos ortopédicos entre Maio de 2013 a Abril de 2015, dentre os quais 6.754 referentes a queixas de mão e/ou punho, no Hospital Estadual Doutor Jayme dos Santos Neves (HDJSN) e analisadas pelo programa IBM SPSS Statistics version 23.
Resultados: Os dados revelaram que a média de idade foi de 37,5 ± 15,7 anos e que o sexo masculino foi predominante (60,72%). Contusões (52,58%) e fraturas (30,49%) foram os diagnósticos mais frequentes.
Conclusão: As queixas do punho e da mão corresponderam a 21,44% de todos os atendimentos ortopédicos de emergência. Se fazem necessários detalhada descrição de dados e correta definição do Código Internacional de Doenças (CID-10) para melhor definir o perfil epidemiológico do paciente que procura a emergência ortopédica.

Palavras-chave: Trauma da Mão; Punho; Pronto-socorro; Ortopedia; Epidemiologia; Emergência



Atha Comunicação e Editora Ltda Rua Machado Bittencourt, 190 conj. 410 CEP: 04044-903 Vila Clementino Tel.: 5579-5308/ 5087-9502