Correlação de pacientes portadores de lesões meniscoligamentares no joelho com tabagismo, etilismo e anabolizantes artificiais

Diego Costa Astur

Resumo


Objetivos: Determinar uma relação entre os hábitos de fumar, usar bebidas alcoólicas e anabolizantes artificiais, com lesões meniscoligamentares do joelho. Além disso, avaliar a qualidade de vida desses pacientes, através do questionário SF-36.
Métodos: Duzentos e trinta e nove pacientes submetidos à tratamento cirúrgico devido à lesões: isolada do ligamento cruzado anterior (LCA), do LCA associada à lesão meniscal e lesão meniscal isolada, entre os anos de 2010-2015, foram indagados sobre seus hábitos de vida: tabagismo; etilismo e uso de anabolizantes artificiais, por uma única equipe de cirurgiões. Além disso foi avaliada a qualidade de vida, através do questionário SF-36.
Resultados: Não ficou estabelecido uma relação direta entre os hábitos de vida avaliados e as lesões meniscoligamentares. Apesar de portadores de lesões associadas do LCA e menisco fumarem com mais frequência, assim como portadores de lesão meniscal isolada usarem mais anabolizantes artificiais. Em relação a qualidade de vida, não houve diferença estatística entre os grupos em relação aos hábitos, porém, exceto tabagistas portadores de lesão meniscal isolada, todos os pacientes que não tinham influência dos hábitos apresentou uma pontuação melhor no questionário SF-36.
Conclusão: Não houveram resultados significativos que correlacionam os hábitos de fumar, usar bebida alcoólica e anabolizantes artificiais com a presença da lesão. Além disso, 6 meses após o tratamento cirúrgico, não houve diferença na qualidade de vida entre os grupos avaliados.
Palavras-chave:
Tabagismo
Etilismo
Anabolizante artificial
Ligamento cruzado anterior
Lesão
Menisco



Atha Comunicação e Editora Ltda Rua Machado Bittencourt, 190 conj. 410 CEP: 04044-903 Vila Clementino Tel.: 5579-5308/ 5087-9502