ÁREAS DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL: RELAÇÃO COM DESEMPENHO ACADÊMICO, PERMANÊNCIA E DESENVOLVIMENTO PSICOSSOCIAL DE UNIVERSITÁRIOS

Ana Maria Jung de Andrade, Marco Antônio Pereira Teixeira

Resumo


O Programa Nacional de Assistência Estudantil (PNAES) é uma política governamental que visa reduzir a evasão e o baixo desempenho em universidades federais, indicando dez áreas de intervenção. Estudos apontam que a decisão de permanência no curso, o desempenho acadêmico e o próprio desenvolvimento psicossocial dos estudantes universitários são afetados por fatores contextuais, pessoais, relacionais e acadêmicos. Em uma nova universidade multicampi, o objetivo deste estudo foi relacionar a intenção de permanência, o desempenho acadêmico e a percepção de desenvolvimento psicossocial com as áreas do PNAES. Resultados indicaram correlações baixas ou inexistentes das variáveis-alvo com as áreas do PNAES. Destacou-se o desenvolvimento psicossocial relacionado a todas as variáveis analisadas. Implicações dos resultados para o aprimoramento das políticas e das ações de apoio ao êxito acadêmico são discutidas.

Palavras-chave


Universitários; Evasão; Rendimento escolar; Desenvolvimento psicossocial.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Avaliação, Campinas; Sorocaba, SP. Classificação "Qualis - A1" Novo contato editor Prof. Dr. José Dias Sobrinho - jdiassob@gmail.com