INTEGRALIDADE NA FORMAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR: METODOLOGIAS ATIVAS DE APRENDIZAGEM

Letícia Machado dos Santos, Flávia Cristina Barbosa Lacerda

Resumo


A hegemonia que molda a universidade desde os seus princípios e propósitos até as suas atividades, vem ruindo e está em vias de sofrer um colapso. No novo modelo, a universidade gravitará sob a órbita do mercado que, ávido por mão de obra qualificada, orquestrará os novos rumos da universidade em direção às metodologias ativas de aprendizagem. Sendo assim, o presente trabalho visa discutir a integralidade na formação do ensino superior no Brasil, no que tange as demandas/exigências sociais e mercadológicas do século XXI, na perspectiva dos modelos e métodos de ensino e aprendizagem não tradicionais, a fim de subsidiar a tomada de decisão das Instituições de Ensino Superior (IES) quanto aos novos rumos para a educação profissional a partir de exemplos de metodologias ativas, efetivas e inovadoras existentes na contemporaneidade. Em linhas gerais, é na forma como os conteúdos são trabalhados, pedagogicamente, que a escola socioconstrutivista, cerne das metodologias ativas apresentadas neste trabalho, preenche a falha da escola tradicional, no que tange o processo formativo, mostrando melhores resultados quanto a uma aprendizagem significativa do discente em formação. Chegando-se, então, a conclusão de que a escola socioconstrutivista apresenta atributos mais condizentes com o real propósito da academia e, consequentemente, com as demandas de formação profissional do mercado, o desafio está posto: a adequação da sua teoria à prática pedagógica. A inexistência de uma receita prática, única, para aplicação da teoria socioconstrutivista, talvez, seja a sua maior riqueza. Além de toda a nobreza e grandeza da finalidade formadora do processo, as infinitas possibilidades de desenvolvimento no campo pedagógico tornam todo esse processo de ensino e aprendizagem ainda maior.

Palavras-chave


Metodologias ativas; Metacognição; Pedagogia invertida.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Avaliação, Campinas; Sorocaba, SP. Classificação "Qualis - A1"