Jogos, perfomances e performatividades na escola – das experiências corporais à problematização de discursos

Paulina Maria Caon

Resumo


Analisando narrativas sobre experiências corporais de professores e estudantes da Educação Básica, discute-se no artigo os jogos, performances e performatividades emergentes nesse contexto. Jogo, performance e performatividade são vistos como modulações de corporalidade – conforme T. Csordas (2011) –, que redimensionam nossa experiência no mundo e possibilitam outras abordagens na análise do cotidiano escolar. O texto se propõe a problematizar categorias recorrentes na análise da escola, sublinhando as possibilidades de reordenamento, suspensão, subversão de papéis e discursos nesse campo de estudo.



CADERNOS CEDES
Caixa postal 6022 – UNICAMP, 13084-971, Campinas (SP, Brasil). Fone: +55 19 3521-6833
cedeseditoria@zeppelini.com.br