CORRELAÇÃO ENTRE O ALINHAMENTO SAGITAL CERVICAL E A CAPACIDADE FUNCIONAL EM PACIENTES COM ESPONDILOSE CERVICAL

MARCEL Machado da Motta, Raphael de Rezende Pratali, Carlos Eduardo Algaves Soares de Oliveira

Resumo


Objetivo: Correlacionar os parâmetros radiográficos do alinhamento sagital cervical com indicadores de qualidade de vida e capacidade funcional em pacientes com espondilose cervical em tratamento conservador, não candidatos a cirurgia.

Métodos: Trata-se de um estudo observacional, prospectivo, em pacientes com espondilose cervical em tratamento conservador, não candidatos a cirurgia. Os pacientes foram divididos em três grupos: dor axial, radiculopatia e mielopatia cervical.  Foram realizadas radiografias da coluna total em perfil para mensuração dos parâmetros: lordose cervical (LC), eixo vertical sagital cervical (EVSC), ângulo de inclinação de T1 (AIT1) e discrepância entre a inclinação de T1 e a lordose cervical (AIT1–LC). A qualidade de vida e capacidade funcional foi avaliada através do questionário Neck Disability Index (NDI). A dor foi avaliada pela Escala Visual Analógica (EVA). A correlação entre os parâmetros radiográficos e os escores clínicos foi avaliada através do coeficiente de correlação de Pearson.

Resultados: Foram incluídos 52 pacientes. Não houve diferença nos parâmetros radiográficos cervicais entre os três grupos. No total da amostra, a média do EVSC foi de 17.8° (±8.3°); da LC, 22.4° (±8.8°); do AIT1, 29.3° (±6.6°); e da AIT1-LC, 7.0° (±7.4°). Observou-se correlação inversa significante (r=-0,3, p=0,039) entre NDI e lordose cervical, mas não houve correlação significante entre LC e EVA. EVSC (r=0,1, p=0,541), AIT1 (r=-0,2, p=0,287) e AIT1–LC (r=0,2, p=0,287) não tiveram correlação estatisticamente significante com NDI ou EVA.

Conclusão: Considerando pacientes com espondilose cervical não candidatos a cirurgia, o único parâmetro radiográfico sagital cervical que se correlacionou com a capacidade funcional foi a lordose cervical. Nesses pacientes, a correlação entre o alinhamento cervical e qualidade de vida precisa ser melhor caracterizada.

Palavras-chave


Espondilose; Cervicalgia; Lordose; Equilíbrio Postural; Qualidade de Vida