Cruzando fronteiras de gênero: A docência feminina em campos profissionais “masculinos”

Neiva Furlin

Resumo


A tarefa da docência superior, em algumas áreas acadêmicas, ao longo de muitos anos, foi considerada uma atribuição exclusiva do sujeito masculino. O presente trabalho evidencia a participação feminina na docência no ensino superior de teologia, as dinâmicas de poder que produzem desigualdades de gênero, bem como as estratégias políticas que as mulheres constroem para constituírem-se sujeitos femininos de saber teológico, em um espaço historicamente estruturado como não inteligível para elas. Embora reduzida, a presença feminina neste campo de saber torna-se significativa por desestabilizar uma ordem social que parecia ser sagrada e intocável.

Palavras-chave


Fronteiras de gênero. Docência feminina. Teologia católica. Diferença sexual.



Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu/Unicamp
Universidade Estadual de Campinas
Cidade Universitária "Zeferino Vaz"
13083-970 Campinas - SP
Tel.: (55 XX 19) 3521 7873/3521 1703
Fax: (55 XX 19) 3521 1704
pagu@unicamp.br cadpagu@unicamp.br