A onda quebrada: evangélicos e conservadorismo

Ronaldo R. M. de Almeida

Resumo


Este artigo pretende compreender a conjuntura política-religiosa contemporânea no Brasil com ênfase, por um lado, na atuação e nos valores políticos dos evangélicos e, por outro, no conservadorismo crescente na cena pública. A hipótese é de que evangélicos e conservadorismo articulam-se em direções variadas que configuram, ao final, a denominada no debate público como “onda conservadora”.

Palavras-chave


religião, política, conservadorismo, evangélicos, Bancada Evangélica



Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu/Unicamp
Universidade Estadual de Campinas
Cidade Universitária "Zeferino Vaz"
13083-970 Campinas - SP
Tel.: (55 XX 19) 3521 7873/3521 1703
Fax: (55 XX 19) 3521 1704
pagu@unicamp.br cadpagu@unicamp.br