SIMULAÇÃO DA DINÂMICA DO SÓDIO E POTÁSSIO PELO MODELO HYDRUS 2D EM PLANOSSOLO HÁPLICO VIA ÁGUA RESIDUÁRIA

Carolyne Wanessa Lins de Andrade, Suzana Maria Gico Lima Montenegro, Jarbas Honório de Miranda, Abelardo Antônio de Assunção Montenegro, Fred Mikhail Carneiro Valério de Assis

Resumo


A aplicação de substâncias químicas ao solo aliada à pouca atenção dada aos possíveis impactos ambientais, transformou o meio ambiente em um destinatário de resíduos. Este estudo teve como objetivo simular a movimentação da água e de solutos (sódio e potássio em conjunto) usando os modelos STANMOD e HYDRUS-2D, em um Planossolo Háplico típico, sob a aplicação de água residuária via irrigação por gotejamento superficial, sob diferentes vazões. O experimento foi conduzido por ensaios de deslocamento miscível em laboratório, utilizando-se primeiramente colunas com material de solo deformado sob condições de saturação e fluxo de água estacionário, a uma taxa de 11,7 cm3 min-1, para obtenção dos parâmetros de transporte dos íons sódio e potássio, sendo que na água residuária aplicada, apresentaram os valores de 475 e 76,6 mg dm-3, respectivamente. Os parâmetros de transporte foram estimados a partir do ajuste numérico de curvas de distribuição de efluentes, utilizando-se o modelo STANMOD. Em uma segunda etapa aplicou-se o modelo HYDRUS-2D para simular os perfis de distribuição de umidade volumétrica do solo, bem como, as concentrações dos íons no bulbo molhado. Diante dos resultados obtidos, pode-se perceber que houve uma considerável interação entre os solutos e o solo. O valor do parâmetro fator de retardamento foi maior para o sódio quando comparado ao potássio, refletindo a sua maior adsorção e os processos de troca entre o soluto e o solo. Os resultados sugeriram a necessidade de um manejo adequado do solo, para evitar uma futura sodificação do solo e diante da aplicação do HYDRUS-2D verificou-se que o modelo apresentou desempenho satisfatório na simulação do deslocamento do conjunto dos íons, após 1, 5 e 10 h de aplicação da água residuária.

Palavras-chave


modelagem, nutrientes, propriedades físicas do solo, reuso de água



© 2013 Associaçao Brasileira de Engenharia Agrícola Via de Acesso Prof. Paulo Donato Castellane, km 5 FCAV/UNESP - Departamento de Engenharia Rural 14884.900 - Jaboticabal - SP Tel./Fax.: +55 16 3203 3341