A DESESPECIALIZAÇÃO DO TRABALHO DOCENTE NO MÉXICO: reflexões sobre as experiências de EJA e de Educação Profissional

Adriano Larentes da Silva

Resumo


O presente artigo aborda as novas formas de trabalho docente no contexto da educação de jovens e adultos e da educação profissional do México, apontando suas relações com as reformas educacionais e a ascensão de modelos educativos baseados na centralização, na meritocracia, em competências, metas e resultados. As reflexões propostas baseiam-se em pesquisas realizadas em 2014 e 2015, no Distrito Federal e em cinco estados mexicanos, nas quais foram entrevistados docentes, estudantes e equipes técnicas e gestoras de duas instituições de ensino do México. Os resultados das pesquisas mostram que ambas as instituições colocaram em prática, a partir do final dos anos 1970 e início dos anos 1980, dois modelos diferenciados de contratação docente que acabaram contribuindo para a desespecialização e, consequentemente, a precarização do trabalho docente na EJA e na educação profissional daquele país.


Palavras-chave


Trabalho docente; Educação de Jovens e Adultos; Educação Profissional.