Tecnologia Assistiva, direitos humanos e educação inclusiva: uma nova sensibilidade

Elaine Conte, Maiane Liana Hatschbach Ourique, Antonio Carlos Basegio

Resumo


O ensaio aborda os percursos inclusivos da tecnologia assistiva (TA) e suas contribuições para a educação em direitos humanos que, por variados caminhos, articula lutas sociais, políticas e ações pedagógicas. Traz à cena um diálogo hermenêutico que parte da interrogação acerca de quais desafios pedagógicos a tecnologia assistiva pode trazer para o convívio com as diferenças, tendo em vista as formas cotidianas de opressão e exclusão presentes em nossa sociedade tecnológica. Além disso, tem o objetivo de discutir sobre o dispositivo pedagógico da tecnologia assistiva no processo de reconhecimento mútuo, de interação social e de construção da aprendizagem, para promover a igualdade de direitos e o exercício da cidadania. Ao final do texto, as nossas considerações sublinham que precisamos recuperar o sentido das tecnologias para a humanidade, pois somente uma nova sensibilidade que valoriza a multiplicidade de experiências pode acolher as reconfigurações de relação reflexiva de reconhecimento. 


Palavras-chave


Tecnologia Assistiva; Educação Inclusiva; Direitos Humanos