FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE GEOGRAFIA NO BRASIL, NA ESPANHA E EM PORTUGAL: UMA LEITURA DAS ESTRUTURAS CURRICULARES VIGENTES EM 2013

Rita de Cassia Gromoni Shimizu, João Pedro Pezzato

Resumo


Este artigo tem como objetivo discutir as estruturas curriculares de 10 cursos de formação de professores de Geografia e refere-se a instituições de três nacionalidades, ou seja, uma instituição por Região Brasileira, uma instituição da Região da Galícia – Espanha e uma instituição da Região do Minho – Portugal. Trata-se de uma pesquisa de cunho qualitativo, baseada na análise documental (obtida em 2013) e nos referenciais teóricos do campo dos estudos curriculares e da formação de professores. A metodologia qualitativa,com análise de conteúdo foram as opções metodológicas.  A despeito da relevância apontada nas contribuições teóricas do campo da formação de professores, tanto no Brasil, como na Espanha e em Portugal,as iniciativas de interdisciplinaridade, articulação teoria-prática, interação entre a universidade e o campo de estágio,inserção da pesquisa e de tecnologias voltadas ao ensino,na formação inicial para a docência, apresentaram-se de maneira pontual,não permeando todos os documentos analisados.

Palavras-chave


Currículo; Formação de Professores; Geografia.