CULTURAS JUVENIS ASSEMBLEIANAS

Daniela Medeiros de Azevedo Prates, Elisabete Maria Garbin

Resumo


O presente artigo analisa a constituição de sujeitos-jovens assembleianos na contemporaneidade, ancorando-se nos referenciais teórico-metodológicos dos Estudos Culturais em Educação, dos estudos sociológicos e antropológicos sobre juventudes e religião. Metodologicamente, a pesquisa desenvolveu-se mediante a inserção etnográfica junto a jovens da Igreja Evangélica Assembleia de Deus no município de Novo Hamburgo, Brasil, entre os anos de 2011 e 2012, bem como na comunidade assembleiana de Lisboa, Portugal, em 2013. Infere que há reconfigurações nos modos de constituição dos sujeitos na contemporaneidade, percebidos nos modos de pertencimentos e sentidos de vivenciar a condição de ser evangélico, o que não remete a formas de resistência juvenil, mas novos modos de existência evocados pela condição de ser/estar jovem, afinal, ao mesmo tempo em que buscam se manter portadores da promessa de salvação, os jovens ensejam ser portadores da condição juvenil. 


Palavras-chave


Jovens. Religião. Assembléia de Deus. Estudos Culturais. Educação