A subjetividade do professor e sua expressão nas ações e relações pedagógicas

Maristela Rossato, Jonas Filippe Matos, Ribanna Martins de Paula

Resumo


O objetivo do artigo é analisar como está constituída a subjetividade de professores, expressa em ações e relações pedagógicas, qualificados como sujeitos no processo de ensino. A pesquisa foi metodologicamente orientada pela Epistemologia Qualitativa, visando estabelecer um olhar complexo e sistêmico sobre o tema. Utilizou-se como recursos de investigação o Complemento de Frases e a Entrevista com 05 (cinco) professores de ensino Médio e Superior. A partir dos resultados da pesquisa, foi possível identificar que a subjetividade do professor, que se expressa em suas ações e em suas relações pedagógicas, está constituída por meio de elementos que sinalizam para o reconhecimento da importância das experiências vividas, o enfrentamento de desafios como fator de mudança, a busca constante da atualização do conhecimento, a consciência dos próprios limites, a preocupação com o bem-estar do outro e a consciência de sua ação profissional na vida dos estudantes.

 


Palavras-chave


Subjetividade; Sujeito; Ações e relações pedagógicas