O “PACTO” É O MISTÉRIO DO “TODOS”: CONTRA-REFORMA BURGUESA NO “NEO” ESTADO SOCIAL BRASILEIRO

Álcio Crisóstomo Magalhães, José Adelson da Cruz

Resumo


Apreender o modo como o Brasil reorganiza seu sistema de ensino ao longo do ciclo de Contra-reforma ou de redefinição dos limites de seu Estado social é compreender que a revolução passiva muito mais que produto é processo. A análise do modo como se autoriza e legitima um partido de classe burguesa – na acepção gramsciana – o “Movimento Todos pela Educação” impõe o entendimento da tensão entre público e privado no campo da educação. É o que se conclui ao se cotejar as diretrizes institucionais da Entidade, as Metas e Estratégias do Plano Nacional de Educação 2015/2025 e em especial, os Pilares do “Pacto pela Educação” em Goiás, o rearranjo político-econômico local do repertório vocabular do grande capital internacional.


Palavras-chave


“Pacto pela Educação”; Ideologia; Trabalho docente; Contra-reforma; Organizações Sociais.