Educação e não emancipação: os limites objetivos da educação escolar no capitalismo industrial contemporâneo

Cesar Augusto Alves da Silva

Resumo


O presente escrito tem como objetivo analisar a necessidade da educação escolar para o desenvolvimento do ora vigente modo de produção capitalista industrial. Esta análise se baseia na investigação e exposição de Marx dos momentos constitutivos do capital por meio do modo de produção industrial de mercadorias. Em suma, procuramos demonstrar a partir dos escritos, principalmente, de Marx, Adorno e Marcuse que a demanda do modo de produção capitalista por uma massa de indivíduos oriundos da educação escolar não existe, pois a maioria de suas demandas radica nele mesmo, modo de produção, e são solucionadas por ele mesmo em seu processo de constituição, não num elemento externo e ideal, como é o caso da educação escolar.



EDUCAÇÃO & SOCIEDADE: revista de Ciências da Educação
Av. Berttrand Russel n°801 - Fac. de Educação - Anexo II 1° andar - sala 2 - Campinas, SP, Brasil - Cep. 13083 - 865, Fone/fax: + 55 19 3521-6710/6708 cedeseditoria@zeppelini.com.br