Da “instrução para chinas” aos talentos bilingues: evolução das políticas públicas do ensino da língua portuguesa em Macau

Alexandra Pozal Domingues, Sofia Viseu

Resumo


Inscrito nos estudos sobre políticas educativas que recorrem à teoria da regulação social, este artigo apresenta uma pesquisa empírica sobre a evolução das políticas públicas do ensino da língua portuguesa em Macau desde o período da administração portuguesa até à atualidade. Através de pesquisa arquivística e de uma entrevista a um alto responsável para a educação da Região Administrativa Especial de Macau, os dados evidenciaram uma intensificação e diversificação dos modos de regulação institucional e de controlo, associada às alterações do estatuto político e administrativo do território. Simultaneamente, a pesquisa revelou que esta evolução sinaliza tendências presentes nas alterações dos modos de regulação em curso noutros contextos geográficos.

Palavras-chave


Políticas públicas do ensino da língua portuguesa. Regulação institucional e de controlo. Região Administrativa Especial de Macau.



EDUCAÇÃO & SOCIEDADE: revista de Ciências da Educação
Av. Berttrand Russel n°801 - Fac. de Educação - Anexo II 1° andar - sala 2 - Campinas, SP, Brasil - Cep. 13083 - 865, Fone/fax: + 55 19 3521-6710/6708 cedeseditoria@zeppelini.com.br