Delineamento Box-Behnken para remoção de DQO de efluente têxtil utilizando eletrocoagulação com corrente contínua pulsada

Jéssica Elen Costa Alexandre Martins, Eliezer Fares Abdala Neto, Ari Clecius Alves de Lima, Jefferson Pereira Ribeiro, Fábio Erlan Feitosa Maia, Ronaldo Ferreira do Nascimento

Resumo


A remoção de poluentes de efluentes industriais de forma efetiva e economicamente viável ainda é um desafio. Desta forma, o presente trabalho propôs investigar a tecnologia de eletrocoagulação (EC) para o tratamento de efluente têxtil utilizando corrente contínua pulsada (CCP). A Metodologia de Superfície de Resposta Box-Behnken foi utilizada para analisar e otimizar as condições operacionais, visando a máxima remoção de DQO. Os experimentos foram realizados com um volume reacional de 2,6 L, em modo batelada.  Diante dos resultados obtidos a configuração ótima considerada foi: velocidade de agitação = 200 rpm, frequência dos pulsos = 1000 Hz e espaçamento entre os eletrodos = 1 mm, em 50 minutos de EC. Nestas condições foi obtida uma remoção de DQO de 81,23% (valor remanescente de 152 mg O2.L-1). Em adição, verificou-se que o processo de EC também é eficaz para a redução de cor, turbidez, sólidos suspensos totais, sulfato e sulfeto. A concentração de íons cloreto não decresceu durante a EC, apresentando-se como um aspecto favorável para a reutilização do efluente tratado no próprio processo produtivo têxtil, o qual demanda uma elevada concentração de NaCl.


Palavras-chave


Eletrocoagulação; Efluente têxtil; Corrente contínua pulsada.



Prezado autor,
Nosso periódico migrou para uma nova plataforma de submissão de manuscritos - ScholarOne Manuscripts. A partir de hoje, novas submissões deverão ser feitas através do seguinte endereço:
https://mc04.manuscriptcentral.com/esa-scielo

ABES

Av. Beira Mar, 216 - 13º Andar - Castelo
20021-060 Rio de Janeiro - RJ - Brasil
esa@abes-dn.org.br