GESTÃO DO USO AGRÍCOLA DO LODO DE ESGOTO: ESTUDO DE CASO DO ESTADO DO PARANÁ, BRASIL

Simone Bittencourt

Resumo


O uso agrícola é uma destinação ambientalmente sustentável para o lodo de esgoto, pois promove a reciclagem de nutrientes, sendo benéfico ao cultivo de plantas e às características físico-químicas e biológicas do solo. É uma alternativa mundialmente consolidada, que no Brasil está limitada a poucos estados. O Paraná é um dos estados onde o lodo de esgoto tem a agricultura como destinação final prioritária. O presente estudo teve por objetivo avaliar a gestão do processo de uso agrícola de lodo de esgoto no estado do Paraná, Brasil, no período de 2011 a 2013. Foram analisados 49 relatórios de rastreabilidade, 337 projetos agronômicos e laudos laboratoriais de 129 lotes de lodo de esgoto. Verificou-se que 107.416 t de lodo de esgoto higienizado por estabilização alcalina prolongada, foram aplicadas em 5.529 ha de áreas agrícolas no Paraná, sendo a Região Metropolitana de Curitiba (RMC) responsável por 54% da destinação.


Palavras-chave


biossólidos, reciclagem, Resolução Conama 375/06



Prezado autor,
Nosso periódico migrou para uma nova plataforma de submissão de manuscritos - ScholarOne Manuscripts. A partir de hoje, novas submissões deverão ser feitas através do seguinte endereço:
https://mc04.manuscriptcentral.com/esa-scielo

ABES

Av. Beira Mar, 216 - 13º Andar - Castelo
20021-060 Rio de Janeiro - RJ - Brasil
esa@abes-dn.org.br