Fármacos e desreguladores endócrinos em águas Brasileiras: ocorrência e técnicas de remoção

Diego Roberto Sousa Lima, Marina Caldeira Tonucci, Marcelo Libânio, Sérgio F Aquino

Resumo


As ações antrópicas têm fomentado a presença de diversos microcontaminantes nos corpos d’água. Destes, mais recentemente, os fármacos e os desreguladores endócrinos têm chamado a atenção da comunidade científica acerca da crescente exposição. Os mesmos englobam produtos de limpeza e higiene pessoal, fármacos de diversas classes, hormônios naturais e seus subprodutos, além de diversas substâncias aplicadas na produção de plásticos e resinas, presentes nos esgotos sanitários, lixiviados de aterro e efluentes industriais. Nessa perspectiva, o artigo presta-se a compilar os dados de ocorrências destes microcontaminantes em águas Brasileiras superficiais e tratadas, e a discutir a eficiência de diferentes técnicas de tratamento de água na remoção de tais contaminantes.

 


Palavras-chave


Fármacos; desreguladores endócrinos; qualidade de água; tratamento de água.



ABES

Av. Beira Mar, 216 - 13º Andar - Castelo
20021-060 Rio de Janeiro - RJ - Brasil
esa@abes-dn.org.br