A closer look at Batillipes dicrocercus and new records of Batillipes potiguarensis (Tardigrada: Arthrotardigrada) from the Brazilian coast with comments on intra- and interspecific variability.

Érika Cavalcante Leite dos Santos

Resumo


Exemplares do gênero Batillipes provenientes do sudoeste do Oceano Atlântico na Costa Brasileira (Bacia de Campos e Bacia Potiguar), apresentando um apêndice caudal bifurcado muito semelhante ao de Batillipes dicrocercus Pollock 1970, foram identificados como pertencendo a B. potiguarensis Santos, da Rocha, Gomes Jr & Fontoura 2017, uma espécie caracterizada por exibir uma protrusão caudal arredondada. A identificação baseou-se, como demonstrado neste estudo, que em B. potiguarensis a morfologia do aparato caudal apresenta variabilidade intraespecífica. O exame de exemplares de B. dicrocercus da localidade tipo (Massachussetts, U.S.A.) e a análise da descrição original e duas descrições subsequentes, uma baseada em exemplares do Golfo do México (U.S.A.) e outra em exemplares do Mar Mediterrâneo, efectuadas para comparação, revelou diferenças importantes no que diz respeito a caracteres taxonómicos relevantes. Este resultado sugere que aquelas descrições correspondem não a uma, mas sim a três espécies distintas. Assim, neste trabalho, completa-se a diagnose de B. potiguarensis e tecem-se comentários sobre a distribuição geográfica de B. dicrocercus, contribuindo para a clarificação do estatuto taxonômico destas espécies.




Iheringia Série Zoologia

Museu de Ciências Naturais, Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul

Rua Dr. Salvador França, 1427, 90690-000 Porto Alegre, RS, Brasil

E-mail: iheringia-zoo@fzb.rs.gov.br