Estágio reprodutivo, histologia e morfometria sazonal do testículo de Dermanura cinerea (Chiroptera: Phyllostomidae) em fragmento de Mata Atlântica no Litoral Sul de Pernambuco, Brasil

NIVALDO BERNARDO LIMA JUNIOR

Resumo


Esse estudo analisou o estágio reprodutivo, a histologia e a morfometria dos testículos de Dermanura cinerea (Gervais, 1856) em fragmento de Mata Atlântica no Litoral Sul de Pernambuco. Os espécimes foram capturados por redes de neblina e as coletas ocorreram mensalmente, ao longo de duas noites consecutivas, durante 18 meses. Os dados meteorológicos foram agrupados em meses chuvosos e secos. Foram utilizados 18 espécimes adultos, os quais foram classificados em machos com testículos descendentes e não descendentes. Para as análises histológicas, os testículos foram coletados, fixados e processados seguindo a técnica histológica de rotina. As lâminas obtidas foram coradas por Hematoxilina–Eosina. Nas análises morfométricas foram mensuradas a área de ocupação do compartimento tubular e intertubular, quantificados o número de células de Leydig, de Sertoli, de espermatócitos e de espermátides alongadas. Os dados morfométricos foram submetidos às análises estatísticas. D. cinerea apresentou uma maior atividade de produção espermática em meses secos e uma maior produção hormonal em meses chuvosos. Essas informações estão relacionadas também com o padrão reprodutivo das fêmeas e com a elevação nos índices pluviométricos, já que é um fator determinante na mediação da disponibilidade alimentar das espécies frugívoras, como D. cinerea em área de Mata Atlântica de Pernambuco. 

 




Iheringia Série Zoologia

Museu de Ciências Naturais, Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul

Rua Dr. Salvador França, 1427, 90690-000 Porto Alegre, RS, Brasil

E-mail: iheringia-zoo@fzb.rs.gov.br