MODOS DE LER LIVROS EM MEIOS DIGITAIS: transformações da experiência

Luciana Dadico

Resumo


Este artigo apresenta uma pesquisa empírica cujo objetivo foi descobrir como leitores leem livros na tela digital. Uma teoria da experiência constituída no âmbito da chamada “escola de Frankfurt” contribuiu para o desenho do método que balizou este estudo. Foram entrevistados individualmente quatro leitores adultos, residentes no estado de São Paulo, de forma semi-aberta, gravada e sem uso de questionário. Estas entrevistas produziram imagens dos objetos em foco na pesquisa, a partir das quais investigou-se a apercepção de tais objetos e as relações estabelecidas com eles pelos leitores. Os modos como os leitores liam livros na tela foram destacados e articulados às categorias imanentes do livro em tela, permitindo individuar padrões que participam da experiência de leitura. Emergiram como modos de ler livros em tela a leitura flutuante, a leitura frenética e a leitura eficiente, ancoradas em elementos específicos da obra e empreendidas por um leitor utilitarista e receoso de aventurar-se em experiências novas. Considera-se que as tendências de leitura apontadas participam de e na estruturação de novas formas da experiência, bem como da formação cultural do indivíduo na Era Digital.


Palavras-chave


Leitura; Livros-texto; Novas Mídias; Teoria Crítica; Experiência

Apontamentos

  • Não há apontamentos.