Saúde Mental e Racismo Contra Negros: Produção Bibliográfica Brasileira dos Últimos Quinze Anos.

Marizete Gouveia Damasceno, Valeska M. Loyola Zanello

Resumo


Opressão, agressão e violência são práticas que afetam a saúde mental da pessoa alvo. O racismo, como crença na superioridade de algumas raças sobre outras, que justifica a desigualdade entre os grupos, é uma forma de opressão, de agressão e de violência. O objetivo geral desta revisão sistemática foi encontrar na literatura científica brasileira estudos sobre o impacto do racismo na saúde mental de negros no Brasil; o objetivo específico foi verificar a contribuição da psicologia nesse tópico. Foram realizadas buscas nas plataformas Scielo e Lilacs, referentes ao período de 1999 a 2014, as quais retornaram 509 artigos, que foram filtrados segundo critérios definidos. Dezenove artigos foram considerados relevantes para análise, mesmo que não tratando exclusivamente do impacto do racismo na saúde mental. Concluiu-se que o tema tem baixa produção acadêmica no Brasil de modo geral, pouca contribuição da psicologia e menos ainda das demais disciplinas afetas aos CAPS (Centro de Assistência Psicossocial), espaços de assistência à saúde mental da população negra de baixa renda, SUS dependente.

Palavras-chave


Racismo, Saúde mental, População negra, Negros, Brasil

Apontamentos

  • Não há apontamentos.