REABILITAÇÃO PROFISSIONAL E RETORNO ÀS ATIVIDADES: UMA APOSTA DE INTERVENÇÃO

Ana Luisa Poersch, Álvaro Roberto Crespo Merlo

Resumo


Muitas são as dificuldades dos trabalhadores acometidos por doenças ocupacionais para retornar ao trabalho. Esta pesquisa-intervenção teve como objetivo conhecer e se aproximar das experiências do retorno ao trabalho e as implicações na produção de subjetividade em trabalhadores da área hospitalar. Ela foi realizada com grupos de trabalhadores reabilitados de um hospital universitário geral de grande porte, em Porto Alegre, RS. Os encontros (8) foram compostos por trabalhadores (20) de diversas funções e áreas de trabalho no hospital, que tenham participado de programa de reabilitação profissional e estejam desenvolvendo suas atividades em sua área de origem, ou em novo posto de trabalho. Os resultados apontam para as dificuldades, limitações, para a problematização dos modelos de gestão no trabalho vigentes. Por outro lado também apontam para a criação de novos modos de trabalhar e viver, em posições afirmativas como trabalhador hospitalar e na construção coletiva de estratégias de inventividade.

Palavras-chave


Reabilitação Vocacional; Retorno ao Trabalho; Saúde do Trabalhador; Clínicas do Trabalho; Pesquisa-Intervenção

Texto completo:

PDF


Associação Brasileira de Psicologia Social www.abrapso.org.br