Usos de Foucault nos estudos de Psicologia no Brasil

João Leite Ferreira Neto, Jacqueline de Oliveira Moreira, José Newton Garcia de Araújo, Carlos Roberto Drawin

Resumo


O objetivo deste estudo é analisar o uso das contribuições de Foucault em artigos publicados em periódicos de Psicologia. Na amostra de 64 artigos pesquisados, há uma prevalência de estudos teóricos sobre os empíricos. Nos teóricos o tema da subjetividade é central, enquanto os empíricos abordam políticas públicas, as da saúde e da segurança. Duas questões orientaram a análise do material bibliográfico, a saber: 1) quais são as razões do uso extenso de Foucault na Psicologia?; 2) como se dá a utilização do referencial foucaultiano nos textos analisados? Privilegiou-se aspectos quantitativos para sustentar a discussão. A abordagem política de cunho pluralista adotada por Foucault compõe as razões do interesse dos psicólogos brasileiros por sua obra. Os artigos analisados contêm muitas referências aos textos de Foucault, mas pouca revisão da literatura contemporânea, o que indica baixa interlocução com a produção científica da área.

Palavras-chave


Foucault, Michel; Pesquisa Científica – Psicologia; Trabalho Científico; Periódicos Científicos

Texto completo:

PDF


Associação Brasileira de Psicologia Social www.abrapso.org.br