SOCIOLOGIA E PSICOLOGIA: DISPOSIÇÃO SOCIAL COMO VIA DE CONVERGÊNCIA

Bruno Costa Barreiros

Resumo


Motivado por recomendações de Pierre Bourdieu e Bernard Lahire sobre as vantagens da confluência da Sociologia com a Psicologia, este artigo apresenta questionamentos sobre as fronteiras entre as duas disciplinas. Nesse sentido, primeiramente são discutidas as mais importantes antinomias que permeiam esse debate. Depois, analisa-se o papel central da noção de disposição social para uma reflexão capaz de tencionar a fronteira entre a sociologia e a psicologia. Em um terceiro momento, a reflexão mostra que privilegiar as disposições sociais faz com que seja difícil de escapar de uma análise genealógica das estruturas mentais, o que nos leva ao papel do Estado na formação das categorias de pensamento mais elementares. A linha de argumentação aqui desenvolvida leva ao destaque dos possíveis ganhos teóricos que uma combinação entre a sociologia psicológica de Lahire e um retorno a Bourdieu pode oferecer aos que se debruçam sobre a cognição dos agentes sociais.

Palavras-chave


Sociologia Psicológica, Disposição social, Pierre Bourdieu, Bernard Lahire.

Texto completo:

PDF


Associação Brasileira de Psicologia Social www.abrapso.org.br