Em nome do Pai: Justificativas do voto dos deputados federais evangélicos e não evangélicos na abertura do impeachment de Dilma Rousseff

Reginaldo Prandi, João Luiz Carneiro

Resumo


O artigo analisa as justificativas dos deputados federais ao voto a favor ou contra a abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff e foca as diferenças entre os motivos apresentados pelos membros da Bancada Evangélica em comparação com os dos demais deputados da Câmara dos Deputados. Partindo das notas taquigráficas da sessão de votação, foram identificadas 26 diferentes classes de razões e motivos. Para cada deputado, construiu-se um registro contendo seu voto e sua citação ou não de cada um desses 26 itens identificados, além de dados do deputado, como partido e participação ou não na Bancada Evangélica. Os dados apresentados permitem concluir, entre outros achados, que a Bancada Evangélica votou apoiada em justificativas que se mostraram pertencentes menos ao âmbito dos valores democráticos e mais ao universo da tradição.

Palavras-chave


Votação do impeachment; Razões do voto; Impeachment da presidente Rousseff; Evangélicos na política; Bancada Evangélica

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Brasileira de Ciências Sociais

ANPOCS
Av. Prof. Luciano Gualberto, 315 - Butantã
05508-010 São Paulo SP Brazil
Tel.: +55 11 3091-4664
Fax: +55 11 3091-5043
e-mail: rbcs@anpocs.org.br