Democracia e redução da desigualdade econômica no Brasil: a inclusão dos outsiders

Marta Teresa Arretche

Resumo


O artigo examina a trajetória da desigualdade econômica no Brasil no período democrático contemporâneo. Demonstra que ocorreu redução da desigualdade econômica no período por meio de um mecanismo de inclusão dos outsiders. A trajetória deste mecanismo pode ser descrita em duas etapas: (i) inscrição de mudanças paradigmática no regime de políltica social na Constituição Federal de 1988; (ii) convergência dos partidos de esquerda e conservadores em torno das preferências de categorias concentradas de beneficiários das políticas de salário minimo, saúde e educação. Os resultados desafiam o poder explicativo da teoria do eleitor mediano e da teoria da representação parlamentar da esquerda, que não se revelaram condições suficientes para explicar a trajetória do fenômeno no Brasil.

Palavras-chave


desigualdade econômica; inclusão dos outsiders; Constituição Federal de 1988; mudanças endógenas

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Brasileira de Ciências Sociais

ANPOCS
Av. Prof. Luciano Gualberto, 315 - Butantã
05508-010 São Paulo SP Brazil
Tel.: +55 11 3091-4664
Fax: +55 11 3091-5043
e-mail: rbcs@anpocs.org.br