Sobre a Revista

Informações básicas

Alea: Estudos Neolatinos - Revista organizada pelo Programa de Pós-Graduação em Letras Neolatinas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), é uma revista científica com periodicidade quadrimestral, sem fins lucrativos, de aceso aberto,que integra o grupo de revistas científicas brasileiras daScientificElectronic Library Online - SciELOque aderiram o programa Ciência Aberta, avaliada com Qualis A1 pela CAPES e indexada em SciELO, em Scopus, em Web of Science, entre outros indexadores regionais como Latindex e Redalyc.

Alea: Estudos Neolatinostem como missão a divulgação de trabalhos de pesquisa originais, de alto impacto científico, provenientes das diversas áreas de produção de conhecimento relacionadas com a grande área de Letras, especificamente, com as Letras Neolatinas, nas áreas de concentração deLiteraturas Hispânicas,Literatura Italiana, Literaturas de Língua Francesa, eoutras literaturas em línguas neolatinas como Português, Romeno, Catalão; Galego ou Provençal, assim como Literaturas Neolatinas produzidas em contato cultural com outros universos linguísticos. Assim, a revista publica estudos críticos e historiográficos de cada universo cultural do âmbito neolatino e, ainda, estudos teóricos, estudos comparados, e estudos da tradução de interesse para a compreensão desse universo, aceitando trabalhos em português, espanhol, francês, italiano e inglês.

Alea: Estudos Neolatinos só admite a submissão de trabalhos inéditos, em meio impressos ou eletrônicos, salvo aqueles disponibilizados como preprint no repositório SciELO, não sendo aceita submissão simultânea, para avaliação, em outro periódico.

Todos os trabalhos adequados ao perfil da revista são submetidos ao processo de Análise de Pares, recebendo a avaliação de pelo menos dois consultores ad hoc (pareceristas), escolhidos entre especialistas da área.

A abreviatura de seu título é Alea, que deve ser usada em bibliografias, notas de rodapé e em referências e legendas bibliográficas.

 

 Fontes de indexação

  • Scopus
  • Web of Science
  • Redalyc
  • Latindex

Propriedade intelectual

Todo o conteúdo do periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença CreativeCommons do tipo atribuição BY.A versão online da revista tem acesso aberto e gratuito.    

Patrocinadores

A revista Alea: Estudos Neolatinos recebe financiamento do Programa de Apoio às Publicações Científicas da CAPES, do CNPq e da FAPERJ

Anúncios

Proximas Chamadas

2020-03-02

Vol. 24/3 (setembro, outubro, novembro, dezembro/2022)

Tema Livre

Recepção: 16/01/2022 a 15/05/2022

 

Vol. 25/1 (janeiro, fevereiro, março, abril/2023)

Tema Livre

Recepção: 16/05 a 15/09 de 2022

 

Vol. 25/2 (maio, junho, julho, agosto/2023)

O perfeito cozinheiro das almas deste mundo — o experimento multi-autoral e intermidiático de Oswald de Andrade (e colaboradores)

Recepção: 16/09 de 2022 a 15/01 de 2023

Editores Convidados:

João Queiroz (UFJF)

Ana Luiza Fernandes (PUC-Rio)

Decisivo ao modernismo brasileiro, "homenagem a uma cultura estética em declínio" (Jackson, 1999, p. 269), O perfeito cozinheiro das almas deste mundo (1918 [1987]) "não é apenas um livro que testemunha uma época, mas que forja a própria história" (Schwartz 2014, p. 37). "Diário de garçonnière" intermidiático e multi-autoral (Oswald de Andrade e colaboradores), O perfeito cozinheiro "antecipa a nova era moderna da sátira, fragmentação e colagem" (Jackson, 1999, p. 269) e se posiciona "entre o banquete celebratório do fim-de-século e o modernismo desvairado de 1922" (Jackson, 1999, p. 271). Pouco conhecido, mal analisado, até hoje, objeto de múltiplas classificações: "álbum artístico- literário", "texto- caderno", "romance- receita" (Jackson 1999, p. 271), "desordenado- romance" (Silva Brito 2014, p. 16), "livro- álbum", "livro- razão", "livro- caixa- de- surpresas" (Haroldo de Campos 2014, p. 18), trata-se de nosso exemplo mais radical de experimentação multimodal, literatura híbrida e expandida, do início do século XX. Esse dossiê de Alea é uma oportunidade para teóricos, críticos e historiadores, da literatura e da arte do século XX, de investigar mais detalhadamente este surpreendente fenômeno. Também é uma oportunidade para investigar as experiências literárias intermidiáticas que há cerca de cem anos redefiniram os limites (epistêmicos, ontológicos) do que chamamos “literatura”. 

Referências: 

Andrade, Oswald de. 1918 (1987). O perfeito cozinheiro das almas deste mundo. Editora Ex Libris.

Campos, Haroldo. 2014. Réquiem para Miss Ciclone, musa dialógica da pré-história textual oswaldiana. Em: Schwartz, Jorge (ed.). O perfeito cozinheiro das almas deste mundo. Editora Globo. pp. 18-36.

Jackson, David. 1999. Entre o Banquete e a Devoração: A Paulicéia e o Texto Louco. Em: Wentzlaff-Eggbert, Harald (ed.). Naciendo el hombre nuevo. Fundir literatura, artes y vida como práctica de las vanguardias en el Mundo Ibérico. Frankfurt am Main: Vervuert. p. 267–276.

Schwartz, Jorge. 2014. O perfeito cozinheiro das almas deste mundo: diário ou ficção. Em: Schwartz, Jorge (ed.). O perfeito cozinheiro das almas deste mundo. Ed. Globo. pp. 37-58.

Silva Brito, Mário. 2014. O perfeito cozinheiro das almas deste mundo. Em: Schwartz, Jorge (ed.). O perfeito cozinheiro das almas deste mundo. Editora Globo. pp. 9-17. 

Vol. 25/3 (setembro, outubro, novembro, dezembro/2023)

Tema Livre

Recepção: 16/01/2023 a 15/05/2023

 

 

Saiba mais sobre Proximas Chamadas

Alea: Estudos Neolatinos foi criada em 1999 com o objetivo de constituir um instrumento de intercâmbio de pesquisas entre o Programa de Pós-Graduação em Letras Neolatinas e os demais Programas de Pós-Graduação do país, estimulando assim o debate entre pesquisadores - docentes e discentes - e, ainda, entre a sociedade e a academia. Como objetivo ao longo prazo, almejava igualmente o Programa de Pós-Graduação em Letras Neolatinas um intercâmbio mais estreito com universidades estrangeiras que trouxessem por um lado informações e subsídios a respeito das literaturas e culturas neolatinas pesquisadas e ensinadas em nossa universidade, e que, por outro, pudessem tomar conhecimento das pesquisas que a universidade brasileira faz com tanta seriedade em torno das literaturas estrangeiras modernas, sobretudo aquelas ligadas às culturas hispânicas e às culturas de língua francesa e italiana.

Alea: Estudos Neolatinos integra o primeiro grupo de revistas científicas brasileiras em se inserir ao programa Ciência Aberta, permitindo a submissão de trabalhos divulgados em preprint como opção dos autores para o início formal da comunicação de sua pesquisa e opções de abertura do processo de peerreview que sejam aceitáveis pelos autores e/ou pareceristas.

Alea: Estudos Neolatinos aceita os seguintes tipos de trabalho:

  1. Artigos inéditos em português, espanhol, francês e inglês, que tenham relação com a área de Letras (mínimo de 25.000 e máximo de 40.000 caracteres com espaço);
  2. Resenhas críticas de dissertações, teses e livros de interesse para a área de letras (mínimo de 10.000 e máximo de 15.000 caracteres com espaço);
  3. Traduções de textos ensaísticos e literários, com a devida autorização do autor e/ou editor (até 15.000 caracteres com espaço).
  4. Entrevistas, com caráter inédito, com escritores, críticos, professores ou pesquisadores com uma obra de releve na área. Requerer-se a devida autorização do entrevistado.
  5. Apresentação de materiais de arquivos de escritores, inéditos, com autorização da pessoa ou da entidade responsável pelos direitos de autor.

Alea: Estudos Neolatinos só admite a submissão de trabalhos inéditos, em meios impressos ou eletrônicos, salvo aqueles exclusivamente disponibilizados no repositório SciELO Preprints, não sendo aceita submissão simultânea, para avaliação, em outro periódico.