Sobre a Revista

Foco e escopo

Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea é um periódico científico quadrimestral do Grupo de Estudos em Literatura Brasileira Contemporânea, da Pós-Graduação em Literatura da Universidade de Brasí­lia. A revista tem o compromisso de fomentar o debate crí­tico sobre a literatura contemporânea produzida no Brasil, em suas diferentes manifestações, a partir dos mais diversos enfoques teóricos e metodológicos, com abertura para o diálogo com outras literaturas e outras expressões artí­sticas. Seu conteúdo destina-se, em especial, a pesquisadores, professores e estudantes interessados em literatura brasileira contemporânea.

 

Processo de Avaliação pelos Pares

Todos os textos, sem exceção, serão avaliados por pareceristas, mantido o anonimato mútuo.

 

Periodicidade

Periodicidade quadrimestral.

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento. 

Todo o conteúdo do periódico, exceto quando houver indicação expressa do contrário, está licenciado sob uma Licença Creative Commons do tipo atribuição BY-NC.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Diretrizes éticas

A revista Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea tem o compromisso de se manter alinhada com as diretrizes estipuladas pela Comissão de Integridade na Atividade Científica do CNPq (http://www.cnpq.br/web/guest/diretrizes) e as recomendações de ética em publicação para autores, editores e avaliadores do Committee on Publication Ethics – COPE (http://publicationethics.org/).

Os editores investirão esforços na prevenção de más-práticas e comportamentos antiéticos na publicação de artigos, não tolerando qualquer tipo de plágio.  

  1. Ao submeterem artigos à revista, os autores declaram automaticamente que os conteúdos dos artigos são originais e inéditos. Declaram, ainda, que o artigo não foi publicado, completo ou incompleto, em outro periódico, ainda que em outra língua, nem foi submetido a outro periódico simultaneamente. Além disso, comprometem-se também a informar à revista quando detectarem algum erro ou imprecisão em seu trabalho (publicado, em avaliação ou em editoração) e a colaborar com os editores para que seja feita a devida retratação ou correção do artigo.   
  2. Os editores e pareceristas comprometem-se a avaliar os trabalhos submetidos à revista de forma objetiva e por seu conteúdo intelectual, sem discriminação de raça, gênero, orientação sexual, religião, origem geográfica ou pensamento político. Comprometem-se também a tratar de forma confidencial as colaborações dos autores enquanto estiverem sob avaliação e caso o trabalho seja recusado.  Os trabalhos serão objeto de avaliação ou discussão com terceiros unicamente por autorização dos editores da revista.
  3. Quando os avaliadores identificarem que o trabalho submetido apresenta conteúdo relevante publicado anteriormente – pelo autor ou por terceiros, quer sejam afirmações, argumentos ou reprodução de trechos –, devem informar diretamente aos editores e os autores deverão providenciar que tais conteúdos venham sempre acompanhados da respectiva remissiva bibliográfica, indicando sua origem. Da mesma forma, quando houver semelhança substancial ou indício de que o artigo em avaliação já tenha sido publicado em outro periódico, os avaliadores devem alertar os editores de que o artigo fere os princípios éticos da revista. Obs.: a revista utiliza o software CopySpider para detecção de plágio. 
  4. Quaisquer desvios e outros casos não previstos nessa declaração devem ser informados à editora-chefe da revista, que tomará as providências cabíveis para sanar o problema apresentado.

  

Diretrizes de avaliação

As colaborações submetidas são avaliadas, primeiramente, quanto ao seu caráter científico e seu alinhamento em relação às diretrizes aos autores, ao foco e ao escopo da revista. Caso seja verificada a adequação, a avaliação segue as seguintes etapas:

1) Avaliação técnica: realizada por editores do Núcleo Editorial da revista, tem a finalidade de avaliar o interesse do artigo para a revista e seu potencial de publicação.

2) Avaliação ad hoc: avaliação externa, realizada no sistema duplo-cego, por especialistas designados em função do tema do artigo. Esta etapa considera, primordialmente, os seguintes aspectos:

  • importância do problema
  • contribuição aos estudos da área
  • atualidade do tema
  • originalidade do conteúdo
  • domínio do contexto da discussão
  • fundamentação teórica
  • clareza de objetivos
  • coerência e pertinência da argumentação
  • estrutura e organização do texto
  • linguagem e qualidade da redação
  • relação entre o resumo e o artigo
  • adequação de palavras-chave
  • consistência da bibliografia utilizada
  • atualidade da bibliografia utilizada

3) Avaliação final: os editores de seção, a partir das considerações feitas pelos pareceristas (no mínimo dois, podendo ser mais, em caso de controvérsia), verificam a fidelidade do parecer em relação ao artigo proposto e encaminham o resultado dessa avaliação à Comissão Editorial para avaliação final. Por fim, a Comissão Editorial, composta pelos editores, a editora-chefe e os organizadores – no caso dos dossiês temáticos – delibera a respeito da publicação do artigo. O resultado final da avaliação do artigo poderá ser: aprovar, aprovar com ajustes, requer revisão para reavaliação/ressumbissão ou rejeitar. 

Prazos

O processo de avaliação até a decisão final quanto à publicação dura em média 6 (seis) meses, a depender do volume de artigos em avaliação e da disponibilidade de pareceristas. A revista cuida para que o prazo máximo entre a submissão e a publicação não ultrapasse doze (12) meses. 

  

Taxa de Processamento de Artigos

Esta revista não cobra qualquer tipo de taxa dos autores para submissão e processamento de manuscritos.

 

Fontes de financiamento

Em 2018, as edições da revista Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea contaram com recursos da:

- Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes)

- Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)

- Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAP-DF).